A Fundadora Luciane

N ascida em 17 de março de 1967, na cidade de São Pedro do Sul, RS, Brasil, Luciane Arboitte dos Santos cresceu na capital gaúcha e formou-se em Estudos Sociais. Iniciou sua carreira lecionando na rede particular e pública municipal da cidade de Canoas, RS.Em 2002, mudou-se para a Itália, onde continuou suas pesquisas independentes sobre a função da didática no comportamento humano.

Em 2008 criou a Técnica MO.V®, utilizando a percepção sensorial para modificar memórias e situações familiares problemáticas. O resultado da aplicação da técnica eram muito evidentes: produziam uma inversão no modo de ver, sentir, falar, agir e pensar, ou seja, representavam uma Inversão Neurolinguística. Observando os resultados passou os anos seguintes desenvolvendo outros exercícios, desta vez, didáticos e lógicos dando origem aos Instrumentos de Inversão Neurolinguística- INL e ao Sistema Didático Inverso.

Em 2013, publicou seu primeiro livro: "MO.V - Movendo-se Além do Visível" (Edições Michael 2013) e no mesmo ano, juntamente com Endirk Favero, músico e pesquisador independente, publicou o segundo livro: "Il Suono d’origine" (Edições Michael 2013). Seus primeiros livros, por enquanto, são disponíveis somente me língua italiana.


Para dar forma e não dispersar os resultados de pesquisa, em 2014, fundou o IMA International MO.V Academy®, escola onde estuda-se a INL e onde forma instrutores na técnica MO.V. Sua pesquisa confirma o que dizem os mais recentes estudos de epigenética. Luciane, teve oportunidade, em 2014, de conhecer pessoalmente o Prof. Moshe Szyf, Pesquisador McGill University de Montreal, no Canadá, compartilhando com ele seus resultados dos últimos anos.

Em 2016 publicou seu terceiro livro: Os Três Tempos de Coerência (IMA Publishing 2016). Este livro é um instrumento metafórico, o qual a autora colocou gratuitamente à disposição do público. No livro Os Três tempos de Coerência escreveu pela primeira vez sobre o Sistema de Pensamento Inverso, ou seja, a filosofia que guia toda a sua obra e pesquisa.

O Sistema Didático Inverso pode ser utilizado tanto para melhorar a vida das pessoas individualmente como complemento de programas didáticos tradicionais, ajudando pais, professores e alunos a educarem-se às emoções e à vida. Atualmente Luciane continua desenvolvendo novos programas didáticos, criando Instrumentos de Inversão Neurolinguística, escrevendo artigos e novos livros. E’ envolvida em muitos projetos educativos, pois, como sempre diz a autora: a viver se aprende.

Seu maior sonho é introduzir o Sistema Didático Inverso em programas educativos para órfãos ou jovens problemáticos, pois, segundo alguns resultados, é possível “inverter “ memorias de abandono e violência. O sistema é muito simples e de grande ajuda à professores ou profissionais que trabalham diretamente com as dificuldades e sofrimentos humanos.